Izabella Pavesi

Poesias iluminadas/ Versos / Contos / Crônicas / E-books e Fotografias

Textos


A tua imagem



Um fio de luz vaporoso
Perpassou-me as linhas da memória
E... me fez sussurrar teu doce amar.

Vinhas de bicicleta, em ti imerso,
Engolfando-se nas poças d’água.
Vinhas leve como a brisa,
que vai e vem... doce intimidade.
Hoje, tua imagem me acolhe
Num silêncio de segredos e mistério.

Cristalizei no tempo, saudosamente,
Aquela imagem ondulante...
Nas névoas dos caminhos verdejantes
Teu rosto lívido surgindo...
Com teu lindo e penetrante olhar,
Sôfrego e sedento, quase arfando.

Vinhas num riso de abrir portas
Num compasso impaciente
Espelhado nas águas respingonas.
Nas carícias de teus pelos molhados
Viajei em nossas ilhas desertas, que
Ainda me surgem nas noites insones.

Nalgum lugar, o suave cantarolar
De uma fonte se faz ouvir...
Murmúrios de tua distante voz.
Aquele deleite, prazer sem igual
Ainda me toca, cumplicidade.
Teu cheiro d'água fresca me cerca.

Estremeço no chão pétreo, e busco
Uma faísca desse amor perdido...
Ares novos mudam a paisagem.
A tua imagem permanecerá
Acariciada pela luz quente
De um crepúsculo de verão.



________________________________________
                                                                            
imagem: glimboo

Izabella Pavesi
Enviado por Izabella Pavesi em 14/02/2011
Alterado em 18/09/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras