Izabella Pavesi

Poesias iluminadas/ Versos / Contos / Crônicas / E-books e Fotografias

Textos


          BOCAS  


Boca, bocas,
Boca, palavras,
Seca ou salivante,
Bocas, caras, beijos
Combinam com a gente...
Em todas as línguas, palavras.

    Bocas riem, sorriem, cantam.
    Bocas fascinam, excitam, beijam,
    Jorram de felicidade, surpreendem e
    Silenciam na expressão dos mudos.

Bocas retorcidas, bocas lindas,
Caretas de palhaços, bocas tortas.
Da boca, saem mil estórias,
De hoje e de há 3000 anos.

    Bote a boca no mundo, de leve.
    Certas bocas agridem, ferem,
    Desprezam e mordiscam lábios,
    Blasfeman e proferem impropérios.

Boca imensa aterrorizada,
Crispada, gargalha e escancara.
A boca do mundo alardeia,
O tempo da terra escasseia.

    Sorria, sorria, sorria!
    Riso ingênuo, riso maroto,
    Ria sempre e sempre mais.
    O riso é o espelho da alma.
   
Palavras eternas, as mais belas,
Acolhedoras e abençoadas,
Que ninguém mais proferiu,
São as ternas palavras de Jesus.




                                                                  Imagem: Internet

  



 



Izabella Pavesi
Enviado por Izabella Pavesi em 04/08/2007
Alterado em 18/01/2010


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras