Izabella Pavesi

Poesias iluminadas/ Versos / Contos / Crônicas / E-books e Fotografias

Textos


Salão do Livro de Torino
 
       Dez horas da noite. Fim de festa. Os integrantes da A.C.I.M.A - Associação Internacional Mandala, promotores do evento, iniciam o desmonte do Stand presente ao XXVII Salão do Livro de Torino. Foram dias deliciosos pra todos nós. Brilhamos!
       Na noite anterior ao evento, um jantar festivo de boas-vindas fora preparado e estreitamos laços num fino restaurante. Elegância e descontração. Recebemos da coordenadora Mariana Brasil um certificado, e mais que isso, calorosos abraços. Brindamos a esse momento feliz.
       Dia 08 de maio.2014, na abertura da grande feira dos livros da Itália, os dois cinegrafistas, Emanuell e Wallace, nos receberam informal e gentilmente. Se alguém suscitasse qualquer dúvida quanto à eficiência, organização e capacidade do pessoal da A.C.I.M.A., dilui-se na nossa chegada ao folhear os catálogos da grande feira, e no decorrer das filmagens e entrevistas. Nosso stand estava disposto exatamente ao lado da cúpula do Vaticano bem no centro do pavilhão 3, e ao lado da Sala Branca de conferências. Fomos agraciados com a presença de centenas de leitores que nos visitaram e vieram trocar ideias sobre mil coisas.
       - Vamos às filmagens? – sugere Emanuell, postado diante de mim.
    - OK! – e começo a descrever meus passos literários. Em meio à centenas de livros fui expondo a tessitura de minhas letras, mostrando pelas lentes da câmara minha vida literária ao mundo sedento de poesia, e aos tantos críticos perfeccionistas das colunas dos jornais. Sedentos da lírica tremelicante dos romances meus olhos vagavam pelo stand e pelos rostos que me assistiam. Gente, muita gente, folheava um livro aqui e ali, iam de um pavilhão a outro, alguns se sentavam no bar já se deliciando com o livro preferido. E, outros olhares se detinham em frente à catedráticos em debate.
Assim, como eu, um a um, escritores e escritoras presentes, respondemos às entrevistas, que nos levaram pelo mundo afora. A Pepa (uma boneca feita de papel marchê) vestida com as cores do Brasil, saudava os passantes com poesia.

       - Ótimo!... ótimo!... e o vídeo estava pronto.
Wallace e Emanuell trabalharam arduamente para que tudo saísse perfeito, para que o resultado somasse talento, sensibilidade, cultura e sapiência, pra que fizéssemos sucesso. E tal aconteceu. Fomos parar nas páginas dos jornais e nos vídeos mundo afora. Sem dúvida, aos escritores presentes tudo foi mágico.

       Escritores, poetas e artistas plásticos... Nelsi Emilia, uma brasileira na Suíça, mostrou-nos sua simplicidade e luta pelas minorias descritas em seus livros; Dulce Auriemo, com seus bonecos do Projeto Espantaxim (vencedora do Prêmio Jabuti) veio com livros e CDs para crianças; Irma Galhardo, contadora de histórias, exibiu sua luta pelos pequenos índios do interior do Tocantins; Sergio Beija-Flor-Poeta, que mora em Munique, saído lá do sertão nordestino, surpreendeu-nos com sua capacidade de poetar, desenhar, declamar, e lutar em favor dos cidadãos brasileiros; Miriam de Sales, baiana apimentada, com tantos livros publicados nos fez rir com jeito maroto de mulher madura e sábia; Nilda Lima, trouxe suas belas pinturas; Ana Miquelin nos encantou com sua meiguice, apresentando seus livros e sua música em CDs; emocionamo-nos com a decisão ferrenha do Wilson Pacheco de ser místico; e o que dizer da Hebe B.V.Costa?... escritora de letras sábias, e vida mais sábia ainda (88 anos!), encantou nossos dias, livros lançados em português, francês e italiano, esteve atuante todos os dias do salão; Jô M.Alcoforado, lá da Paraíba, era só alegria esfuziante; Federico Saccone, escritor italiano, trouxe-nos seu olhar culto e singular sobre o universo.
Fernanda, quando chegou causou frisson... wow!!!... uma modelo brasileira com um vestido colante ultra-sexy, falando de seu livro quase erótico, deixou uns transeuntes boquiabertos... uns pararam pra vê-la, outros passaram lentamente virando os olhos atrevidos, outros a admiraram simplesmente. Tudo isso permeado com a supervisão da Mariana Brasil que atendia a todos sorridente. No último dia, Silvia Securato, de São Paulo, chegou com seu grupo de escritoras enchendo o stand de letras máximas e voláteis. E, não poderia faltar, uma entrevista com nossa líder Mariana, autora, produtora cultural, batalhadora. A presença da Rede Sem Fronteiras registrando e unindo esforços pra que tudo saísse a contento, deu um toque especial. Chegamos lá por mérito!

       O cinegrafista elegante e de poucas palavras terminava sua jornada exausto, e Wallace também. Ambos, perfeccionistas, estavam constantemente fotografando e filmando... olhos e ouvidos atentos. Se eu fosse resumir tudo em duas palavras diria: dinamismo e sensibilidade! E, por conta de muita generosidade e sapiência dos organizadores o evento foi memorável pra todos nós. Ao final de cinco dias de imensa troca nos despedimos agradecidos à equipe que nos recebeu. Ganhamos leitores de tantos lugares... entusiasmados, revigorados, sabemos que nesse trem queremos é ir pra muito mais além.

______________________________________________


                                                       IZABELLA PAVESI
___________________________________________________________

                                                       ​                  
foto: Emanuell Cesino
___________________________________________________________


TEXTO PUBLICADO NA REVISTA INSIEME  - Nº 186 - JUNHO.2014 - (em português e italiano).
Izabella Pavesi
Enviado por Izabella Pavesi em 20/05/2014
Alterado em 01/07/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras